Obesidade: Novo estudo critica uso exclusivo do IMC

A Associação Europeia para o Estudo da Obesidade (AESO) propôs novos critérios para o diagnóstico e tratamento da obesidade. Segundo a associação, o Índice de Massa Corporal (IMC), atualmente utilizado como principal ferramenta de diagnóstico, é insuficiente para avaliar completamente os riscos associados à obesidade. A AESO sugere que a distribuição da gordura corporal, especialmente a gordura abdominal, deve ser considerada um fator crucial para determinar a saúde de um indivíduo.

Saúde e Bem-Estar
Publicado por Bianca Ludymila em 6/07/2024

Os especialistas destacam que o acúmulo de gordura abdominal está associado a um risco maior de complicações cardiometabólicas. Este risco é significativo mesmo em indivíduos com um IMC abaixo do valor de corte tradicional para a obesidade. Portanto, a nova abordagem inclui pessoas com IMC entre 25 e 30, desde que apresentem alta gordura abdominal e complicações médicas, funcionais ou psicológicas relacionadas.

Tratamento da Obesidade: Abordagens Recomendadas

A proposta da AESO representa uma mudança significativa na abordagem ao diagnóstico e tratamento da obesidade. A inclusão de novos critérios e a ênfase na personalização do tratamento podem levar a melhores resultados para pacientes. No entanto, o debate entre especialistas e a necessidade de mais estudos indicam que esta é uma área em evolução, que requer atenção contínua e ajustes conforme novas evidências surgem.
A proposta da AESO representa uma mudança significativa na abordagem ao diagnóstico e tratamento da obesidade. A inclusão de novos critérios e a ênfase na personalização do tratamento podem levar a melhores resultados para pacientes. No entanto, o debate entre especialistas e a necessidade de mais estudos indicam que esta é uma área em evolução, que requer atenção contínua e ajustes conforme novas evidências surgem.

Para o tratamento da obesidade, a AESO mantém diretrizes que incluem mudanças comportamentais, como terapia nutricional, atividade física, redução do estresse e melhora do sono. Além disso, a terapia psicológica e o uso de medicamentos para obesidade, bem como procedimentos metabólicos ou bariátricos, são recomendados. No entanto, a associação destaca que as diretrizes atuais são baseadas em critérios antropométricos rígidos, o que pode limitar o acesso a tratamentos para pacientes com baixa IMC mas com alta carga de doença.

Os novos critérios propõem que pacientes com IMC de 25 ou superior, relação cintura-altura acima de 0,5 e comprometimentos funcionais ou psicológicos, sejam considerados para tratamento com medicamentos e procedimentos específicos. A AESO defende que os objetivos terapêuticos devem ser personalizados, levando em conta o estágio e a gravidade da doença, opções terapêuticas disponíveis, efeitos colaterais, riscos e preferências do paciente.

Debate Entre Especialistas

As novas propostas geram debates entre especialistas. Paulo Miranda, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, vê a proposta como uma tentativa de adotar uma visão mais ampla e integrada da obesidade como uma doença complexa. Por outro lado, Ricardo Cohen, coordenador do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, considera a definição proposta inadequada. Ele argumenta que a obesidade é uma doença por si só e não deve depender apenas de fatores como gordura abdominal ou IMC para ser diagnosticada.

Mudanças no Brasil

No Brasil, associações como a Abeso e a SBEM também propõem mudanças nos critérios de diagnóstico e tratamento da obesidade. A nova abordagem sugere que o foco deve ser na perda percentual de peso, e não apenas no IMC. A proposta inclui termos como “obesidade reduzida” e “obesidade controlada” para descrever pacientes que perdem peso, mesmo que seu IMC ainda indique obesidade.

O presidente da Abeso, Bruno Halpern, afirma que esta nova classificação pode mudar a percepção sobre o tratamento da obesidade, focando na melhoria da saúde através de perdas modestas de peso. Ele destaca que a nova abordagem vai ao encontro das diretrizes da AESO, que defendem que o objetivo do tratamento deve ser melhorar a saúde e a qualidade de vida, e não apenas a redução de peso a curto prazo.

Fonte: CNN.

Leia mais em Saúde e Bem-Estar

Caminhada do pum: confira os benefícios de caminhar após a refeição
Saúde e Bem-Estar
Caminhar após as refeições, prática popularizada recentemente por figuras públicas e amplamente discutida em estudos científicos, tem mostrado diversos benefícios para a...
Férias Escolares: O Momento Perfeito para Vacinar as Crianças
Saúde e Bem-Estar
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) de São Paulo recomenda que pais e responsáveis utilizem o período de férias escolares para atualizar a caderneta de vacinação das...
Você tem Pressão Alta? Veja como medir a pressão arterial para identificar a hipertensão
Saúde e Bem-Estar
A hipertensão arterial é frequentemente chamada de “assassino silencioso”. Esta fama se deve ao fato de que muitas pessoas acreditam que a pressão arterial elevada...
É verdade que cães conseguem detectar doenças em humanos? Entenda
Saúde e Bem-Estar
Animais como cães, ratos e abelhas possuem habilidades olfativas surpreendentes, capazes de identificar doenças em humanos com precisão. Eles podem detectar condições como...
Veja Lista: Novos Medicamentos Oferecidos pelo Farmácia Popular
Saúde e Bem-Estar
O programa Farmácia Popular agora oferece gratuitamente mais dez medicamentos, incluindo tratamentos para colesterol alto, doença de Parkinson, glaucoma e rinite. Com a...
Farmácia Popular amplia distribuição gratuita de medicamentos
Saúde e Bem-Estar
A Farmácia Popular agora oferece 95% dos medicamentos de graça, beneficiando 3 milhões de pessoas e gerando uma economia de até R$ 400 por ano para cada usuário. O programa,...

Últimas novidades

Insetos e Biodiversidade: Polinizadores Essenciais e Seu Impacto na Segurança Alimentar
Curiosidades
Os insetos são essenciais para o ecossistema, desempenhando papéis na polinização, controle biológico e melhoria do solo. No entanto, suas populações estão em declínio...
PM de SP Apreende 11,8 Milhões de Cigarros Contrabandeados
São Paulo
Neste sábado, 13 de julho, a Polícia Militar de São Paulo realizou uma apreensão significativa na rua Junqueira Freire, localizada na região central da capital. A ação...
Acidente em Osasco: Mulher perde controle de Audi e bate em 5 carros
Osasco
Na noite de sábado, uma colisão envolvendo um Audi em alta velocidade deixou cinco veículos danificados e várias pessoas feridas em Osasco. O acidente ocorreu na Avenida dos...
O que é o Prime Day? Descontos começam nesta semana
Tecnologia
O Prime Day da Amazon começa em 16 de julho e oferece descontos exclusivos até 21 de julho. Somente assinantes do Amazon Prime podem aproveitar os preços promocionais e o frete...
15 de Julho: Dia Internacional do Homem, Medicina e Urologia em Destaque
Brasil
No dia 15 de julho, o Brasil celebra o Dia Nacional do Homem, uma data dedicada a conscientizar sobre a importância dos cuidados com a saúde masculina. A campanha visa...
Quando o PIS 2024 será pago para nascidos em setembro e outubro? Veja calendário
Economia
O governo federal iniciou o cronograma de pagamentos do abono salarial PIS/Pasep para 2024. Este benefício é destinado aos trabalhadores do setor privado e servidores públicos,...

Jornal Fala Regional

Nosso objetivo é levar conteúdo de forma clara, sem amarras e de forma independente a todos. Atendemos pelo jornal impresso as cidades de Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Mairiporã e Cajamar, toda sexta-feira nas bancas. Pela internet o acesso é gratuito e disponível a todos a qualquer momento, do mundo inteiro.

Vamos Bater um Papo?