4 Motivos do Socialismo Falhar

Por Alvaro Loss. Engenheiro, economista austríaco, administrador e gerente do Banco do Brasil. Casado, e com um amor inegociável pela liberdade individual.

Artigo
Publicado em 2/02/2024
4 Motivos do Socialismo Falhar

Economia é a ciência que estuda a escassez. As famílias, um dos objetos de estudo da economia, que nada mais é que conjuntos de indivíduos, podendo inclusive ser apenas um indivíduo, tem desejos infinitos e recursos finitos. Ou seja, tudo quero, mas nem tudo posso ter. Para resolver essa questão, segundo Ludwig Von Mises, dois sistemas econômicos: o capitalismo e o socialismo, e seus infinitos meios termos.

O sistema capitalista soluciona a escassez defendendo e reconhecendo o direito à propriedade privada. O dono da propriedade, pode negociá-la como quiser, desde que não cause prejuízo na propriedade alheia em nenhum âmbito. Sempre por meio de contratos e trocas voluntárias.

O sistema socialista difere disso. As propriedades não são do indivíduo, mas sim de um coletivo maior, na prática não havendo proprietários. Os meios de produção, máquinas, minérios, espaços pertencem a humanidade, não ao humano.

As leis econômicas garantem que o socialismo dará sempre errado. A coletivização dos meios de produção é anti-humana, indo contra a natureza humana e sempre acaba em fracasso absoluto. Eis os motivos:

Destruição da Poupança e do Desejo de Poupar:

Ao se impor o socialismo, a propriedade que era privada, é confiscada e redistribuída. Ou seja, quem poupou, construiu, e produziu riqueza, devido a sua poupança e esmero são destes retirados para entregar sem a devida compensação a um grupo de zeladores, que não eram os criadores originais daquele bem produtivo. Logo, se pune a poupança, e mesmo o desejo de poupar. E os não poupadores receberão incentivos a não pouparem. Se não há poupança, não há investimento, e sem investimentos a economia pára. Menos bens de consumo serão produzidos, e com isso há o empobrecimento generalizado da população.

O Problema do Cálculo Econômico:

O socialismo acaba com o sistema de preços. E isso é contrário a uma das premissas básicas da economia. A função oferta/demanda/preço. O preço, nada mais é do que a necessidade de um produto em um determinado local. Se o preço estiver alto em determinado mercado, significa que aquele mercado está disposto a pagar mais por aquele bem, ou serviço. Logo com a eliminação do sistema de preços, não há como saber se um bem ou serviço é necessário ou não em dado mercado. O que torna, segundo MISES (a quem esse colunista tem profunda admiração) a economia socialista cega. Sem preços, não há como medir lucros ou prejuízos. Essa questão é, ainda segundo MISES, o problema do cálculo econômico. Como vou saber o que produzir se não há preço em um determinado bem? Aliás, quanto meu produto é bem aceito na sociedade, se não há um preço para ele? E se não há competição, como que vou poder melhorar meu produto, ou serviço? Logo podemos afirmar que o socialismo pleno, sem sistema de preços é um passo para a irracionalidade econômica.

Veja Mais sobre o Loss.

Utilização Excessiva de Fatores de Produção e Corrupção:

No socialismo marxista, como já supradito, não há sistema de preços. Logo, qual seria a motivação de um zelador de um meio de produção ao produzir mais ou menos? No capitalismo, há a possibilidade de um empresário reter seus produtos para aumentar seu valor, ou ainda produzir ainda mais para atingir alguma fatia do mercado não assistida por seus bens. No socialismo, não há a menor motivação de produzir a mais ou a menos. Há a cegueira da microeconomia, não se sabendo a demanda, nem o preço, mas apenas a oferta. Logo, qual o motivo que um zelador socialista não produziria até esgotar suas matérias-primas? Ou ainda, qual a motivação dele em não reter sua produção para vender em um mercado negro baseado em preços. Lembrando, que isso no sistema socialista é punível, já que é proibido um sistema de preços.
A DECADÊNCIA DA QUALIDADE DOS BENS E SERVIÇOS: No capitalismo, um empresário só consegue manter ou expandir seu empreendimento se este empreendimento for capaz de se sustentar e entregar valores em retorno. Logo, um empresário no capitalismo tem todos os motivos para expandir sua empresa e gerar mais retorno para si, melhorando sua qualidade de vida. Logo no capitalismo existe um esforço para a melhoria de sua qualidade de produto, para que este seja mais aceito e tenha retorno positivo. No socialismo as coisas são bem diferentes. Os meios de produção estão nas mãos dos zeladores, e da mesma forma que os meios de produção são coletivizados, os lucros da produção são também coletivizados. Qual a motivação de melhorar e produzir se meus lucros não são meus?

Temos aqui um arcabouço teórico. Quatro motivos básicos de um sistema coletivista socialista não dar certo, e nunca dará. Qual o motivo de Cuba, Coreia do Norte sobreviverem? Simplesmente por que não são completamente socialistas e se apegarem a vestígios de capitalismo e humanidade que ainda são permitidos ou aceitos em suas sociedades.

  • Javier Milei e a Loucura Necessária
  • A teoria econômica, conforme apresentada nas críticas ao socialismo como as de Ludwig Von Mises, argumenta que o socialismo prejudica o incentivo para poupar porque remove ou reduz significativamente os direitos de propriedade privada e o controle individual sobre a própria riqueza produzida. Se as pessoas não podem manter os resultados de seu trabalho e poupança devido à coletivização dos meios de produção e redistribuição dos bens, então a motivação para economizar e investir para o futuro pode ser diminuída.

    Isso é porque, se os bens e recursos são confiscados e redistribuídos, independentemente do esforço e poupança de um indivíduo, ele pode perder a motivação para poupar. Isso, segundo a crítica, pode levar a um ciclo onde não há acumulação de capital (poupança), o que é necessário para investimentos e para o crescimento econômico sustentável. Sem investimento, a produção de bens e serviços pode diminuir, resultando em empobrecimento geral.

    Leia mais em Artigo

    Hospital Fabiano de Cristo: Instrumentos Para a Vida
    Artigo
    Por Hospital Fabiano de Cristo: Psicóloga Ligia Guilhermina da Silva – CRP 06/125146 – Responsável Técnica. Atendimento gratuito de retaguarda para pessoas com câncer. Os...
    Genérico x Marca – Medicamentos
    Curiosidades
    Os medicamentos de marca e os genéricos diferem principalmente no preço e na fase de desenvolvimento. Medicamentos de referência têm altos custos de pesquisa e...
    Fabiano de Cristo: Família, Rede de apoio Existencial
    Artigo
    No universo caótico em que vivemos, repleto de incertezas e desafios incessantes, muitas vezes nos encontramos à deriva, buscando por um porto seguro onde possamos atracar...
    Fabiano de Cristo: Jornada Espiritual – O Caminho Interior
    Artigo
    Em um mundo cada vez mais acelerado e materialista, a busca pela espiritualidade surge como um refúgio necessário, um chamado para explorarmos os recantos mais profundos de...
    Fabiano de Cristo: Cuidados Paliativos em Oncologia
    Artigo
    A integração dos cuidados paliativos nas estratégias de tratamento do câncer é uma demonstração de empatia e respeito pela condição humana. Não é apenas uma questão de...
    Hospital Fabiano de Cristo – A Busca do Sentido em Meio ao Sofrimento
    Artigo
    Em nossas vidas, o sofrimento se manifesta como uma inevitabilidade sombria, uma sombra que acompanha os contornos da existência humana. Desde a dor física até o turbilhão...

    Últimas novidades

    Jornal Fala Regional – Nº 80: Correios Suspendem Doação Temporária de Roupas Para RS
    Edição da Semana
    Os Correios anunciaram a suspensão temporária das doações de roupas destinadas ao Rio Grande do Sul. Esta medida foi tomada devido a problemas logísticos que estão sendo...
    Editorial: Solidariedade e Fé em Tempos de Adversidade
    Opinião
    As enchentes no Rio Grande do Sul em maio de 2024, que resultaram em mais de 140 mortes e milhões de pessoas afetadas, destacam a necessidade urgente de ação contra as...
    Projeto 3º Sinal e Prefeitura de Caieiras trazem ‘Pequeno Príncipe’ ao público local
    Entretenimento
    No dia 26 de maio, o Centro Cultural de Caieiras receberá a estreia do espetáculo "Pequeno Príncipe". A peça, produzida pelo Projeto 3º Sinal em parceria com a Prefeitura e a...
    Cabeça de Ozempic? Medicamento para Diabetes Tipo 2 Gera Polêmica por Uso para Emagrecimento
    Saúde e Bem-Estar
    O Ozempic, um medicamento destinado ao tratamento do diabetes tipo 2, tem sido usado para emagrecimento devido à semaglutida. Esse uso off label pode causar efeitos colaterais...
    Caieiras Faz Coleta Mas Correios Suspendem Roupas para Vítimas das Enchentes no RS, Veja Itens Para Ajudar
    Notícias
    Os Correios suspenderam a coleta de roupas para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, pois o estoque atual é suficiente. Continuam aceitando doações de água,...
    Horóscopo Semanal: De 24 a 30 de maio de 2024
    Entretenimento
    Esta semana, de 24 a 30 de maio de 2024, será marcada por influências astrológicas importantes que incentivam introspecção, novos começos e expansão. Plutão retrógrado em...

    Jornal Fala Regional

    Nosso objetivo é levar conteúdo de forma clara, sem amarras e de forma independente a todos. Atendemos pelo jornal impresso as cidades de Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Mairiporã e Cajamar, toda sexta-feira nas bancas. Pela internet o acesso é gratuito e disponível a todos a qualquer momento, do mundo inteiro.

    Vamos Bater um Papo?