Repercussão e Reversão: O Caso da Pedreira em Caieiras 2024

O episódio de Caieiras é um lembrete poderoso do papel que a vigilância social e a responsabilidade política desempenham na preservação dos recursos naturais e na governança de uma cidade.

Caieiras
Publicado em 19/04/2024
Repercussão e Reversão: O Caso da Pedreira em Caieiras 2024

Ao mesmo tempo, destaca a importância dos mecanismos legais e de transparência na administração pública, essenciais para manter o equilíbrio entre desenvolvimento e sustentabilidade.

Em uma notável reviravolta política e ambiental, a cidade de Caieiras, no interior de São Paulo, foi palco de um embate significativo entre autoridades municipais e a sociedade civil. Em jogo estava o futuro de uma área de preservação ambiental, cuja destinação foi momentaneamente alterada para permitir atividades de mineração, especificamente a implantação de uma pedreira na Fazenda Santa Luzia.

A controvérsia começou com a aprovação da Lei n.º 5867/23 pela Câmara Municipal de Caieiras, que reclassificou parte dessa área de preservação para zona de indústria, comércio e serviços. Esta decisão foi inicialmente apoiada por uma certidão de uso do solo emitida pela Secretaria Municipal de Obras e Meio Ambiente, que curiosamente dispensou a realização de estudos de impacto ambiental e audiências públicas, normalmente exigidos por lei.

Pressão Social e Política

A mudança legislativa não passou despercebida. Mobilizações significativas ocorreram, lideradas tanto por figuras políticas de oposição, como o ex-prefeito Gersinho Romero e os deputados Kiko Celeguim e Maurici, quanto por veículos de comunicação locais, como o Caieiras Notícias. Um abaixo-assinado contra a instalação da pedreira acumulou mais de 6.980 assinaturas, após publicações no jornal Fala Regonal, refletindo a insatisfação popular com a alteração da lei.

Frente a tamanha pressão, uma sessão extraordinária foi convocada e, na última segunda-feira, resultou na revogação da Lei n.º 5867/23, restabelecendo o status de proteção ambiental da área.

Implicações Legais e Futuras

Apesar da revogação, o caso ainda ressoa nas esferas legal e comunitária. Representantes da sociedade civil e uma empresa de gestão ambiental levaram o caso à Justiça, alegando irregularidades na aprovação da lei. Entre as ações judiciais propostas, estão uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, que questiona a legalidade da alteração do zoneamento, e uma Ação Popular, que busca anular definitivamente os atos administrativos que permitiram a mudança.

Estão também em andamento pedidos para instauração de Inquérito Civil e notificações de crime ambiental e formação de quadrilha contra os envolvidos na aprovação do projeto de lei, incluindo autoridades municipais e proprietários da fazenda.

Leia mais em Caieiras

Definidos os Primeiros Pares: Conheça Alguns dos Possíveis Candidatos a Prefeito de Caieiras 2024
Política
As Eleições Municipais de 2024 acontecerão em 6 de outubro (1º turno) e 27 de outubro (2º turno). Partidos e candidatos devem observar prazos de filiação, registro,...
Acidente em Caieiras Vitima Empresário de Jundiaí
Notícias
Ladeira faleceu em um acidente ocorrido na Rodovia dos Bandeirantes, no quilômetro 32, na cidade de Caieiras (SP). O acidente aconteceu por volta das 2h30 da manhã de...
Convergência entre Psicologia e Arteterapia
Saúde e Bem-Estar
Manicômios, apesar de obsoletos, continuam sendo uma necessidade temporária enquanto alternativas como Residências Terapêuticas não estão plenamente estabelecidas. No dia a...
Segurança nas Escolas Estaduais de Caieiras: Uma Necessidade Ignorada?
Educação
A segurança nas escolas estaduais tornou-se um tema crítico e polêmico, revelando uma grande lacuna entre as promessas de segurança e a realidade enfrentada por professores,...
Cadê a Segurança Das Escolas Estaduais da Região de Caieiras?
Caieiras
A crescente preocupação com a segurança nas escolas públicas ressalta uma gestão deficiente e uma falta de infraestrutura adequada. Incidentes de insegurança em ambientes...
Justiça de São Paulo Barra Recurso do Prefeito de Caieiras
Caieiras
O Tribunal de Justiça de São Paulo negou um agravo interposto pelo prefeito de Caieiras, apontando o uso inadequado do recurso em face de uma decisão prévia sobre um recurso...

Últimas novidades

Jornal Fala Regional – Nº 80: Correios Suspendem Doação Temporária de Roupas Para RS
Edição da Semana
Os Correios anunciaram a suspensão temporária das doações de roupas destinadas ao Rio Grande do Sul. Esta medida foi tomada devido a problemas logísticos que estão sendo...
Editorial: Solidariedade e Fé em Tempos de Adversidade
Opinião
As enchentes no Rio Grande do Sul em maio de 2024, que resultaram em mais de 140 mortes e milhões de pessoas afetadas, destacam a necessidade urgente de ação contra as...
Projeto 3º Sinal e Prefeitura de Caieiras trazem ‘Pequeno Príncipe’ ao público local
Entretenimento
No dia 26 de maio, o Centro Cultural de Caieiras receberá a estreia do espetáculo "Pequeno Príncipe". A peça, produzida pelo Projeto 3º Sinal em parceria com a Prefeitura e a...
Cabeça de Ozempic? Medicamento para Diabetes Tipo 2 Gera Polêmica por Uso para Emagrecimento
Saúde e Bem-Estar
O Ozempic, um medicamento destinado ao tratamento do diabetes tipo 2, tem sido usado para emagrecimento devido à semaglutida. Esse uso off label pode causar efeitos colaterais...
Caieiras Faz Coleta Mas Correios Suspendem Roupas para Vítimas das Enchentes no RS, Veja Itens Para Ajudar
Notícias
Os Correios suspenderam a coleta de roupas para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, pois o estoque atual é suficiente. Continuam aceitando doações de água,...
Horóscopo Semanal: De 24 a 30 de maio de 2024
Entretenimento
Esta semana, de 24 a 30 de maio de 2024, será marcada por influências astrológicas importantes que incentivam introspecção, novos começos e expansão. Plutão retrógrado em...

Jornal Fala Regional

Nosso objetivo é levar conteúdo de forma clara, sem amarras e de forma independente a todos. Atendemos pelo jornal impresso as cidades de Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Mairiporã e Cajamar, toda sexta-feira nas bancas. Pela internet o acesso é gratuito e disponível a todos a qualquer momento, do mundo inteiro.

Vamos Bater um Papo?