A história do café: como um pastor de cabras etíope descobriu essa delícia popular no Brasil

A lenda diz que o café foi descoberto por um pastor de cabras etíope no século IX. Ele percebeu que suas cabras ficavam mais enérgicas após comer algumas frutas vermelhas. Curioso, o pastor experimentou as frutas e sentiu um aumento de energia. Ele então levou essas frutas a um homem santo, que as transformou na primeira bebida de café do mundo. Este foi o começo da longa jornada do café.

Curiosidades
Publicado por Bianca Ludymila em 29/06/2024
A história do café: como um pastor de cabras etíope descobriu essa delícia popular no Brasil

O café ganhou popularidade na Península Arábica e no Império Otomano. Inicialmente, os grãos eram consumidos como petiscos energéticos, misturados com gordura. Mais tarde, a bebida foi preparada de forma semelhante ao vinho. A palavra “café” tem origem no termo “qahwah”, que em iemenita significa vinho. A popularidade do café continuou a crescer e se espalhou por essas regiões.

No início do século XVII, os mercadores venezianos trouxeram os grãos de café de Istambul para a Europa. Em 1615, os caroços de café chegaram ao continente europeu, onde rapidamente conquistaram popularidade. Trinta anos depois, surgiram as primeiras casas de café na Itália, e em pouco tempo, se espalharam por toda a Europa.

Hoje, o café é uma das commodities agrícolas mais comercializadas no mundo. Aproximadamente 25 milhões de agricultores em mais de 50 países estão envolvidos no cultivo e processamento do café. Em média, uma pessoa bebe cerca de 1,6 xícara de café por dia. A Finlândia se destaca com o maior consumo per capita de café, com 12 kg por ano, o que equivale a 3,4 xícaras por dia.

Origem e Primeiras Culturas

A história do café começou no século VII, nas terras altas da Etiópia, onde as tribos locais consumiam o fruto em formas variadas. O conhecimento do café se expandiu para o Egito e outros países árabes, onde a bebida foi incorporada ao cotidiano. A palavra “café” deriva do termo árabe “qahwa”, que significa “vinho”, refletindo a importância da bebida na cultura árabe.

Segundo uma lenda, um pastor chamado Kaldi observou que suas cabras ficavam mais espertas ao consumir os frutos do cafeeiro. Ele experimentou os frutos e notou um aumento na sua vivacidade. Um monge da região, ao saber do fato, começou a utilizar uma infusão dos frutos para resistir ao sono durante as orações.

As tribos africanas que conheciam o café desde a Antiguidade moíam os grãos e faziam uma pasta usada para alimentar os animais e aumentar as forças dos guerreiros. O cultivo se expandiu inicialmente na Arábia, introduzido provavelmente por prisioneiros de guerra, onde se popularizou aproveitando a proibição do álcool pelo Islã.

Disseminação da Produção e Consumo

Em 1475, Constantinopla viu surgir a primeira loja de café. O café se beneficiou da expansão do Islamismo e, posteriormente, do desenvolvimento do comércio durante os descobrimentos. Por volta de 1570, a bebida foi introduzida em Veneza, Itália, e após a aprovação do papa Clemente VIII, foi liberada para consumo pelos cristãos.

A primeira casa de café da Europa ocidental foi aberta na Inglaterra em 1652, seguida pela Itália dois anos depois. Em 1672, Paris inaugurou sua primeira casa de café. A França foi o primeiro país a adicionar açúcar ao café durante o reinado de Luís XIV. O café chegou a Java, aos Países Baixos, e, através da Companhia das Índias Ocidentais, ao Novo Mundo, espalhando-se nas Guianas, Martinica, São Domingos, Porto Rico e Cuba.

Lavouras de Café no Brasil

Em 1727, o sargento-mor Francisco de Melo Palheta trouxe clandestinamente mudas de café da Guiana Francesa para o Brasil. As primeiras plantações ocorreram na Região Norte, no estado do Pará, expandindo-se para o Maranhão e a Bahia. No entanto, as condições climáticas não eram ideais, e entre 1800 e 1850, o cultivo se deslocou para o Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

O café se tornou a principal fonte de receitas do Brasil e de divisas externas a partir da década de 1850. O sucesso da lavoura cafeeira em São Paulo fez do estado um dos mais ricos do país, permitindo que fazendeiros influenciassem politicamente, até a Revolução de 1930.

O Fim do Tráfico e Seus Efeitos

A abolição do tráfico negreiro no Brasil redirecionou capitais para outras atividades econômicas, como indústrias, ferrovias, telégrafos e navegação. Isso, junto com o café, iniciou a modernização do país. Os cafeicultores recorreram ao tráfico interprovincial e incentivaram a imigração europeia para suas lavouras.

As lavouras de cana-de-açúcar no Nordeste venderam escravos para o Centro-Sul, a nova região escravagista do Brasil. A força da campanha abolicionista e a dificuldade em manter escravos nas fazendas impulsionaram a adoção do trabalho imigrante na década de 1880.

O Café e a Geada

No oeste de São Paulo, o café foi plantado em áreas altas para evitar geadas comuns nas baixadas dos rios. Espigões, divisores das bacias hidrográficas, foram locais de cultivo e construção de ferrovias e cidades. A grande geada de 1918 e a geada de 1975 afetaram significativamente as plantações, especialmente no norte do Paraná.

A Valorização do Café

O Convênio de Taubaté de 1906 foi um acordo entre estados cafeeiros para obter financiamento externo e armazenar café, diminuindo a oferta e elevando os preços. Essa prática se tornou permanente na década de 1920, mas com a crise de 1929, o governo de Getúlio Vargas optou por queimar estoques de café para manter os preços elevados.

Entre 1931 e 1943, 72 milhões de sacas de café foram queimadas. A partir de 1944, a oferta de café passou a ser regulada por convênios entre países produtores, garantindo um controle maior dos preços no mercado internacional.

Na Europa

Estabelecimentos comerciais na Europa consolidaram o consumo de café. Casas de café famosas, como o Café Nicola em Lisboa e o Virgínia Coffee House em Londres, tornaram-se pontos de encontro para intelectuais e políticos. Na França, durante o reinado de Luís XIV, o café foi adoçado pela primeira vez.

O conde de Rumford inventou a cafeteira no final do século XVIII, impulsionando a popularidade da bebida. Outra cafeteira, criada pelo francês Descroisilles em 1802, separava dois recipientes por um filtro, facilitando o preparo da infusão.

Fonte: Nescafé e Wikipedia.

Leia mais em Curiosidades

Insetos e Biodiversidade: Polinizadores Essenciais e Seu Impacto na Segurança Alimentar
Curiosidades
Os insetos são essenciais para o ecossistema, desempenhando papéis na polinização, controle biológico e melhoria do solo. No entanto, suas populações estão em declínio...
Você pagaria R$ 2.000 num Abacaxi? Conheça a ‘fruta de luxo’ que está virando moda entre os ricassos
Curiosidades
O abacaxi Rubyglow, com casca vermelha, é vendido nos EUA por US$ 396 (R$ 2.026,93). Essa fruta rara, desenvolvida ao longo de 15 anos, é produzida na Costa Rica e só está...
Tudo sobre o Cachorro Raça Shih Tzu
Curiosidades
O Shih Tzu é uma raça encantadora e amorosa que pode ser uma excelente adição a muitas famílias. Com sua personalidade afetuosa, aparência majestosa e história rica, não...
Por que Tubarões Atacam Humanos
Curiosidades
Os ataques de tubarões a humanos são raros e geralmente resultam de confusão, curiosidade ou territorialidade. Evitar nadar ao amanhecer e anoitecer, além de utilizar...
Mudanças Climáticas: Invernos Estão Realmente Acabando?
Curiosidades
As mudanças climáticas não significam o fim dos invernos rigorosos. O aumento das temperaturas globais altera os padrões climáticos, resultando em extremos de calor e frio....
LEGO cria tijolinhos feitos de meteoritos em parceria com Agência Espacial Europeia
Tecnologia
LEGO e a Agência Espacial Europeia (ESA) se unem para criar blocos de montar com fragmentos de meteoritos. O objetivo é usar esses blocos na construção de instalações...

Últimas novidades

PM de SP Apreende 11,8 Milhões de Cigarros Contrabandeados
São Paulo
Neste sábado, 13 de julho, a Polícia Militar de São Paulo realizou uma apreensão significativa na rua Junqueira Freire, localizada na região central da capital. A ação...
Acidente em Osasco: Mulher perde controle de Audi e bate em 5 carros
Osasco
Na noite de sábado, uma colisão envolvendo um Audi em alta velocidade deixou cinco veículos danificados e várias pessoas feridas em Osasco. O acidente ocorreu na Avenida dos...
O que é o Prime Day? Descontos começam nesta semana
Tecnologia
O Prime Day da Amazon começa em 16 de julho e oferece descontos exclusivos até 21 de julho. Somente assinantes do Amazon Prime podem aproveitar os preços promocionais e o frete...
15 de Julho: Dia Internacional do Homem, Medicina e Urologia em Destaque
Brasil
No dia 15 de julho, o Brasil celebra o Dia Nacional do Homem, uma data dedicada a conscientizar sobre a importância dos cuidados com a saúde masculina. A campanha visa...
Quando o PIS 2024 será pago para nascidos em setembro e outubro? Veja calendário
Economia
O governo federal iniciou o cronograma de pagamentos do abono salarial PIS/Pasep para 2024. Este benefício é destinado aos trabalhadores do setor privado e servidores públicos,...
Inmetro Divulga Ranking Atualizado dos SUVs Flex Mais Econômicos do Brasil
Automóveis
O Inmetro divulgou uma nova lista dos SUVs flex mais econômicos do Brasil. O Toyota Corolla Cross lidera, seguido por modelos como Fiat Pulse, Renault Kardian e Honda HR-V. A...

Jornal Fala Regional

Nosso objetivo é levar conteúdo de forma clara, sem amarras e de forma independente a todos. Atendemos pelo jornal impresso as cidades de Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Mairiporã e Cajamar, toda sexta-feira nas bancas. Pela internet o acesso é gratuito e disponível a todos a qualquer momento, do mundo inteiro.

Vamos Bater um Papo?