Por Fala Regional

20/04/2023

Dorival Júnior é a aposta dos dirigentes do São Paulo após demissão conturbada de Rogério Ceni

Com informações de R7.

A direção do São Paulo está em negociação com Dorival Júnior, enquanto Rogério Ceni foi demitido e não deseja retornar ao cargo de técnico do clube, no qual é considerado o maior ídolo.

Em vez disso, ele está disposto a voltar como dirigente.

São Paulo demite Rogério Ceni pela segunda vez e espera anunciar Dorival Júnior como novo técnico.

A idolatria de Rogério Ceni, maior ídolo do São Paulo, não foi suficiente para mantê-lo no cargo de técnico. O presidente do clube, Julio Casares, percebeu que o treinador deixou de ser um escudo e se tornou um problema, e decidiu demiti-lo na tarde desta quarta-feira (19).

Enquanto isso, os contatos com representantes de Dorival Júnior se tornaram efetivos e promissores, e a expectativa é que o novo treinador seja anunciado ainda hoje. Ceni discordava da volta do atacante veterano Alexandre Pato, cujo contrato de produtividade foi aceito pela direção, mas a contratação foi decidida mesmo assim.

Dorival Júnior, campeão da Libertadores e da Copa do Brasil com o Flamengo em 2022, foi escolhido como novo técnico não apenas por suas conquistas, mas também por sua habilidade em harmonizar o ambiente nos clubes em que trabalha. No São Paulo atual, o clima beirava o insuportável, com Ceni perdendo o grupo de atletas.

O comportamento rígido de Ceni, combinado com sua indefinição em relação ao esquema tático e sua insistência em afirmar que o São Paulo não tinha dinheiro para contratações, irritou dirigentes e jogadores.

Ele agiu com mais autoridade do que o próprio Casares ao avisar que não escalaria Luan sem que ele renovasse seu contrato, o que acabou irritando a todos. O grupo político que sustenta Casares já estava insatisfeito com Ceni desde a perda do Campeonato Paulista de 2022 e a vexatória atuação contra o Independiente del Valle na final da Copa Sul-Americana. Além disso, o São Paulo terminou em nono lugar no Brasileiro de 2022, o que levou muitos conselheiros a temerem o rebaixamento com Ceni no comando.

Com a demissão, Ceni recebeu mensagens de agradecimento de alguns jogadores, mas a relação com os dirigentes estava desgastada e ele já esperava pela saída. As pessoas ligadas a ele confirmaram que o técnico não tem intenção de voltar ao São Paulo como treinador, mas pode considerar a possibilidade de atuar como dirigente no futuro.

O grupo político que sustenta Casares já estava insatisfeito com Ceni desde a perda do Campeonato Paulista de 2022 e a vexatória atuação contra o Independiente del Valle na final da Copa Sul-Americana.

Além disso, o São Paulo terminou em nono lugar no Brasileiro de 2022, o que levou muitos conselheiros a temerem o rebaixamento com Ceni no comando.

O desejo de se tornar executivo do clube sempre esteve nos planos do ex-técnico do São Paulo, que não abriu mão de receber a multa rescisória de dois salários, equivalente a cerca de R$ 1,8 milhão. Enquanto isso, a diretoria do clube mantém as esperanças de anunciar Dorival Júnior como novo treinador ainda hoje e contar com sua estreia no jogo contra o América Mineiro, válido pelo Brasileiro. Além disso, há a possibilidade de o clube confirmar a chegada de Alexandre Pato como reforço para a equipe.